Câmeras de segurança

A instalação de câmeras de segurança (CFTV) exige organização e planejamento. O projeto deve estar de acordo com a necessidade e disponibilidade do local .

Composição do sistema

Câmeras de segurança fazem parte do circuito fechado de TV (CFTV) ou closed circuit television (CCTV) em inglês.

Registra sinistros como, vandalismo, comportamentos indevidos, monitora residências principalmente com idosos, crianças, garante mais tranquilidade ao local de trabalho e outros.

As vantagens

  • Através de câmeras de segurança é possível monitorar em tempo real e de forma remota, qualquer evento/movimento no ambiente onde elas foram instaladas;
  • A possibilidade da gravação das imagens para que possam ser analisadas posteriormente;
  • A presença das câmeras de segurança inibe ações de pessoas mal intencionadas e deixa claro que o ambiente estra sendo monitorado e gravado.

Sistemas analógico e digital

É importante saber também a diferença entre os dois tipos de sistema utilizados, o analógico e o digital.

Os sistemas analógicos ainda muito utilizados devido ao baixo custo e mesmo com imagens de qualidade inferior ao sistema digital, atende bem a sua finalidade.

Os equipamento digitais (HD) custam mais caros porém a qualidade da imagem é superior e esta sendo a tendência atual do mercado.

Algumas empresas já estão montando Câmeras de vigilância com sistemas híbridos, onde encontra os dois modos acima mencionados na mesma câmera de vigilância.

Vantagens de ter um circuito fechado de TV instalado

  • Dificulta ou impede entrada de pessoas mal intencionadas no local; 
  • Valoriza o imóvel além de proteger suas instalações; 
  • Pode ser integrado a um sistema de monitoramento, ou seja, permite acesso remoto ao local, via celular ou desktop; 
  • Tranquilidade ao viajar ou se ausentar por um período maior; 
  • Facilita o reconhecimento do invasor e registra sua ação com detalhes; 
  • Economia na apólice de seguro (seguradoras dão descontos no seguro quando existe um sistema de segurança instalado); 
  • Manutenção barata; 
  • Aciona imediatamente a polícia ou vigilância particular com informações detalhadas do crime que valem como prova criminal.

CÂMERAS WI-FI OU IP Confira como é a instalação, seus recursos e custo benefício.

Câmeras de segurança Wi-Fi ou câmeras IP são mais modernas, mais fáceis de instalar e usar e têm os mesmos recursos de câmeras tradicionais, porém com a vantagem de funcionarem sem fio.
Câmeras IP gravam os arredores do ambiente e enviam imagens em tempo real para o celular ou tablet. Alguns modelos vão além e permitem posicionar ou embutir a lente em móveis, capturando tudo o que acontece nos ambientes internos sem que seja notada.
Como escolher a melhor opção
1. Sensores
Além de filmar, essas câmeras contam som sensores de movimento e calor que identificam entradas não autorizadas e ativam na hora um aviso para o celular do responsável.
Existem modelos de câmeras que também têm mais recursos como, por exemplo, caixa de som para enviar áudio do smartphone para o local vigiado e visualização noturna com infravermelho. Se optar por modelo com visibilidade em ambientes escuros, é importante checar seu alcance.
2. Lente
Uma dica é optar por câmeras com lentes abertas, pois facilitam a captura da imagem usando menos câmeras e por modelos que ofereçam ângulo vertical de 120 à 180º, que gravam o vídeo do ambiente sem precisar colocar a câmera no alto. Dessa forma, além de economizar, dispensa a necessidade de mais aparelhos para cobrir a mesma área e ainda ficam menos expostos.
3. Gravação e visualização
As Câmeras Wi-Fi são compatíveis com a maioria dos smartphones e tablets. Os modelos que se conectam diretamente ao roteador são as melhores opções porque são mais fáceis de instalar.
Existem também as opções com gravação local, que retêm as imagens gravadas por apenas alguns dias para que sejam consultadas no futuro.
Essas câmeras têm suporte para cartão de memória para salvar os arquivos. Quanto maior a resolução da câmera (HD ou Full HD), melhor a qualidade da imagem.
4. Instalação
Basta seguir as orientações do manual. Dê atenção especial à senha de acesso que deve ser mantida em sigilo. Se precisar contratar um técnico para instalar o equipamento, peça para você configurar a senha. Preste atenção também à compatibilidade com a rede Wi-Fi e ao configurar a câmera, digite a senha corretamente para permitir que o aparelho cumpra sua função.
5. Conexão
Um roteador básico costuma ser suficiente para que câmeras Wi-Fi funcionem, mas é importante a recepção de sinal de rede no local, ou seja, é preciso que a internet alcance as câmeras em todos os lugares do prédio onde estão instaladas. No caso de prédios com paredes mais grossas será necessária a instalação de um repetido de sinal.
6. Preço
Devido à facilidade de instalação e não precisar pagar para terceiros executarem o serviço, os preços para instalar uma câmera Wi-Fi são bem menores do que os preços de sistemas tradicionais de vigilância (CCTV).

Onde estamos